Azul anuncia detalhes da operação em Belo Horizonte




01.07.2009 - 
CNF ao vivo.

Os executivos da Azul Linhas Aéreas estiveram nesta quarta-feira em Belo Horizonte para uma entrevista coletiva, onde anunciaram detalhes da operação na capital mineira. Confira conosco.


No último dia 24 a Azul adiantou, no lançamento do programa de vantagens Tudo Azul, que a próxima cidade a integrar a malha da companhia seria Belo Horizonte, operando no Aeroporto Intl. Tancredo Neves/Confins. Na entrevista de hoje, os executivos procuraram esclarecer todas as dúvidas, além de reforçar a proposta da companhia.


Tudo Azul

No programa de fidelidade da Azul o passageiro acumula créditos em dinheiro ao invés de pontos ou milhas. O passageiro recebe 5% do valor de cada bilhete na forma de bônus, que poderá ser usado como desconto em qualquer trecho, sem restrição de datas ou de horários. Mesmo quando o passageiro já está comprando utilizando um bônus, ainda sim acumula mais créditos em cima do valor integral. Conforme as palavras do diretor de marketing, Gianfranco Beting, a Azul é a única companhia aérea que oferece o bônus em cima do bônus. A partir de R$50,00 os créditos já podem ser resgatados.


Gianfranco Beting destaca a qualidade e o conforto das aeronaves da Azul.


Novos perfis de tarifa

A Azul lançou dois novos perfis de tarifas, chamados AzulPromo e AzulFlexPlus. Na primeira o passageiro vai encontrar sempre preços mais reduzidos, mas com taxa de não comparecimento de R$100,00 e cancelamento ou alteração de R$50,00. Para reembolso é cobrada uma taxa de 20% do valor pago. Na AzulFlexPlus o passageiro poderá fazer qualquer alteração sem pagamento de taxas, inclusive no caso de reembolso antes do embarque. Outra vantagem dessa classe tarifária é a possibilidade de voar no Espaço Azul, assentos com maior espaço entre as fileiras. Segundo o diretor comercial, Paulo Nascimento, a tarifa foi criada focada especialmente no passageiro corporativo, que poderá contar com a flexibilidade e com o maior espaço numa mesma tarifa.


Belo Horizonte na malha

Serão 4 vôos diários em cada sentido no trecho Campinas-Belo Horizonte/Confins, a partir de 10 de agosto. As vendas começaram hoje (01/07) e até 10 de julho estarão com preços promocionais variando de R$39,00 a R$69,00, conforme o trecho. Os vôos deverão ser realizados entre 10 de agosto e 31 de outubro. As compras podem ser feitas pelo site da Azul (www.voeazul.com.br). Os horários são os seguintes:

Campinas-Belo Horizonte

AD4040 VCP 06:20 CNF 07:25
AD4042 VCP 09:30 CNF 10:35
AD4044 VCP 14:20 CNF 15:25
AD4046 VCP 17:30 CNF 18:35

Belo Horizonte-Campinas

AD4041 CNF 07:55 VCP 09:00
AD4043 CNF 11:05 VCP 12:10
AD4045 CNF 15:55 VCP 17:00
AD4047 CNF 19:05 VCP 20:10


Perspectivas para o mercado mineiro

Para 2009 a Azul pretende se focar somente nas ligações de Belo Horizonte com Campinas, e de lá em conexão para todos os demais destinos da companhia. O tempo de conexão em Viracopos varia de 30 minutos a 1 hora, conforme o destino. Segundo os executivos, para 2010 existe a possibilidade de que sejam oferecidos outros trechos em vôos diretos, mas por enquanto sem confirmação. Diferente da ação feita para o mercado paulista, pelo menos por enquanto, a Azul não pretende oferecer serviços de ônibus rodoviário partindo da região metropolitana. Os vôos diretos para as cidades do interior do estado também estão descartados nesse momento.


A operação em Confins

Quando o assunto é Azul em Belo Horizonte logo surge a questão envolvendo a Pampulha. Muitos acharam que a companhia buscaria a operação no aeroporto central, da mesma forma que fez no Rio de Janeiro com o Aeroporto Santos Dumont. Chegou-se a cogitar a operação em Confins somente quando a empresa ganhasse maior capilaridade, algo estimado para 2012 ou 2013. A Azul deixa clara a sua posição quanto a operação em Minas Gerais: está satisfeita em poder servir Belo Horizonte através do Aeroporto Intl. Tancredo Neves.

Quando perguntado sobre o que teria feito a companhia mudar de idéia, o presidente Pedro Janot destacou que o projeto do governo de Minas teve papel importante. O executivo classificou como "impressionante" o trabalho feito no fortalecimento do aeroporto internacional e no desenvolvimento de todo o vetor norte da Grande Belo Horizonte. Além disso a companhia reconhece que por aqui a situação é bem diferente daquela encontrada no Rio de Janeiro. A Pampulha sofre sérias limitações, principalmente de terminal. Já em Confins a estrutura é mais adequada e inclusive é esperada a construção de um novo terminal de passageiros até 2014. Para o diretor de marketing, Gianfranco Beting, a chegada na capital mineira era natural. Segundo ele seria impossível deixar um mercado desse porte de fora da malha.



Azul em números

Desde 15 de dezembro de 2008, quando iniciou as operações, a Azul já transportou 650 mil passageiros. Até o final de 2009 a companhia espera ter transportado 2 milhões de clientes. No programa Tudo Azul já conta com mais de 200 mil associados. A companhia conta hoje com 1.200 funcionários, sendo 140 pilotos e 219 comissários. A expectativa é que sejam gerados até 5.000 empregos diretos até 2013. Atualmente a Azul oferece 74 vôos diários, operando com 11 aeronaves Embraer 190 e 195, configurados para 106 e 118 passageiros.


Começando da esquerda, Pedro Janot, presidente da Azul; Gianfranco Beting, diretor de marketing; Paulo Nascimento, diretor comercial.



© CNF ao vivo. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução total ou parcial.

.

Um comentário:

leandro disse...

OLA MEU NOME E LEANDRO MORO EM BH E EU AMO AVIACAO E EU ESTOU GOSTANDO MUITO QUEW A AZUL LINHAS AERIAS VAI VOAR EM CONFINS EM AGOSTO NOSSA EU ESTOU ADORANDO E EU ACHO QUE EM AGOSTO EU VOU ANDAR NA AZUL TOMARA QUE EU ANDE QUE AI EU VOU REALIZAR O MEU GRANDE SONHO QUE E ANDAR DE AVIAO E PARABENS AZUL PELO SUCESSO QUE VCE JA ESTAR FAZENDO NO BRASIL EU ESTOU ADORANDO A AZUL LINHAS AERIAS PARABENS AZUL SEJA BEM-VINDA A BH E EU QUERO MUITO VIAJAR NA AZUL BJAO DO LEANDRO E OBRIGADO